ç à Þ.net/news

The Pioneer MTB Race – Dia #5 “Con cojones!” Dia da...

Vitor Gamito, le texte de sa publication du 09-02-2017 04:20:33 :
The Pioneer MTB Race – Dia #5 “Con cojones!”

Dia da etapa mais dura desta edição da Pioneer, a chamada etapa rainha. 114km com 3500 de subida acumulada. Que violência! Como se não fosse já duro o suficiente, hoje a etapa começou uma hora mais cedo, ou seja, tivemos que acordar antes das 5 da matina, ainda de noite.

A temperatura à partida rondava os 3ºC. Até perneiras levei vestidas. Além disso ainda levei uma mochila (estilo camelbak) com mais alguma roupa para o frio. Luvas, outra camisola interior, gorro, além do kit de primeiros socorros. Tudo isto é exigido pela organização. Nos dias anteriores, ao bom estilo latino, temos contornado um pouco o regulamento. Mas ontem os meus colegas Ibon e Tomi levaram uma penalização de 5 minutos por não terem todo o “mandatory gear”. Como não gosto muito de contornar a lei, hoje decidi levar tudo. E tudo só cabe mesmo se levarmos uma mochila às costas. Mas é incrível o tamanho das mochilas que os outros participantes levam! Parece que vão acampar e levam dentro um pic-nic completo com tenda incluída.
A mentalidade dos kiwis e congéneres é muito diferente da europeia, sobretudo a latina. Nós temos uma mentalidade mais competitiva e pensamos em todos os detalhes para termos uma melhor prestação. Se podermos contornar os regulamentos, que seja. Por outro lado, a maioria dos participantes desta prova quer é mesmo desfrutar as paisagens, a bicicleta e o convívio. Mesmo que seja necessário carregar com a casa às costas.

Voltando á etapa. Como habitual entrei na box a cerca de 10 minutos antes da partida. É o que diz o regulamento.
O tiro de partida é dado e eu não vejo o Miguel. Será? De novo? Mas não. Simplesmente estava junto às barreiras do lado contrário.
Com cerca de 2km de etapa aparece ao meu lado.

A primeira subida do dia (hoje haviam 5) começou com apenas 3km de etapa. Quase toda ela em single. Eu coloquei-me nos 10 primeiros, mesmo por detrás do Tomi. Ibon e Miguel vinham um pouco mais atrás.
O ritmo estava a ser colocado pelos líderes das equipas mistas. Impressionante o que aquela miúda anda. Sim, deverá ser muito nova, pelo menos tem cara disso. Sobe e desce que se farta!
A guerra está bem acesa nesta categoria. Entre esta equipa e a equipa da Sonya Looney (atleta também patrocinado pela Scott). Mas a primeira tem levado a melhor.

Passados uns 4km de subida passa o Miguel por mim, numa altura que o trilho era um pouco mais largo (cabiam duas bicicletas). Passa por mim e não para. Passa direto por todos e ataca....
Hã, qual a ideia dele? Ele não me disse nada! A não ser aquela conversa dos dias anteriores a dizer que tínhamos que atacar na etapa rainha. Pois, era hoje. Mas sinceramente sempre pensei que ele estivesse na brincadeira.

Bem. Tinha duas alternativas. Ou deixá-lo ir sozinho e ver o que dava. Podíamos ser desclassificados caso estivéssemos a mais de 2 minutos um do outro. Ou arrancar também e ir ter com ele e ver o que dava.
Optei pela segunda. Arranquei e fui ter com ele. Demorei cerca de 2 minutos a chegar até ele. Ia num ritmo no mínimo interessante. Quando chego ao pé dele diz-me: deixa-me ser eu a colocar o ritmo nas subidas.
Confesso que ia desconfortável com o ritmo imposto por ele. Primeiro porque não estava à espera desta aceleração, e depois porque já tinha desligado o chip de competição desde o segundo dia.
A subida tinha cerca de 8km, e foi sempre ele a colocar o ritmo. Teremos ganho cerca de 3 minutos nesta subida.
Em seguida veio a descida. O Miguel hoje parecia outro. Até a descida fez de forma rápida e eficiente. Ele ia totalmente determinado nesta fuga. Eu só pensava: mas qual a ideia dele? Será que acha que pode vencer a etapa? Só espero que ele não dê o estouro a meio!

Terminada a descida decido ajudá-lo e passo para a frente numa zona mais plana com vento de frente.
Na segunda subida, passa de novo o Miguel para a frente. Ainda com um ritmo interessante, e constantemente a olhar para trás para ver se aproximava alguém.

Continuámos os dois na frente até ao primeiro abastecimento situado no km50. Parámos para reabastecer os bidões e comer alguma coisa (uns brownies deliciosos!) Mas não demorámos mais que 2 minutos. Enchi uma mão com 3 brownies e comi-os enquanto pedalávamos. Numa mudança de direção olhámos para trás e avistámos ciclistas. Pelo menos uma equipa. Mas poderiam ser duas.
Neste preciso momento o Miguel ou ficou sem gasolina ou desmoralizou. E passou ao registo das etapas anteriores. Ou seja, eu a puxar, e ele sempre uns 10-20 metros mais atrás.

Em seguida veio a 3ª subida. Duríssima! Rampas em terra solta com mais de 20%. Algumas partes só mesmo a pé! Nesta altura o Miguel é apanhado por duas equipas. Imparables 1 (Tomi e Ibon) e a equipa líder dos elites. Eu como seguia um pouco mais à frente não fui alcançado nesta subida. A descida seguinte tinha um declive assustador. Baixei o selim, coloquei as suspensões em 120mm e lancei-me por lá abaixo. O objetivo era não me apanharem na descida. E não me apanharam :P
Mas estava na altura de esperar pelo meu colega. No início da subida seguinte - mais uma parede - saí da bike e sentei-me no chão. Puxei da GoPro e pus-me a filmar as equipas que passavam por mim. Estive uns bons 5 minutos sentado. Quando chegou o Miguel lá seguimos num ritmo tranquilo. Entretanto várias equipas passaram por nós.
- Vitor, no último dia atacamos de novo. E vamos ganhar!
Respondi apenas com um sorriso.

As horas foram passando e o frio transformou-se em calor. Tive que parar para sacar as perneiras e o boné que levava pode debaixo do capacete. Suava em bica!

A “melhor” subida estava guardada para o fim. Subimos 1100 metros em cerca de 8km!! Nem a Serra da Estrela!
Nesta altura eu já estava farto desta etapa. O ritmo que íamos também não ajudava muito. Quando se está habituado a ritmo de competição, acreditem que custa mais irmos num ritmo lento. Este ritmo pachorrento estava-me a empenar. Por vezes já nem via bem o trilho. Só me apetecia deitar no chão!
- ¿Qué tal Vitor? ¿Aburrido (aborrecido)?
- Um pouco, mas vamos lá.

O Miguel intitula-se de “ciclista randonneur”. Se não estou em erro é daquele género que é capaz, e gosta, de passar o dia em cima de uma bicicleta. Epa, eu não! Para mim, mais que 5 horas a pedalar já é um suplicio! Prefiro ir mais depressa.

A última subida terá demorado mais de uma hora. O resto dos 10km da etapa eram a descer. Mais um single brutal, com vista para um lago de cortar a respiração.
“Miguel, desculpa lá mas tenho que curtir esta descida. Espero por ti lá em baixo”.
E assim foi. Terá sido a parte mais divertida desta etapa.

Cerca de 5 minutos de espera chega o Miguel. E lá fizemos juntos os restantes 5km de etapa. A meta está instalada junto a mais um lago fabuloso. Estes lagos fazem-me lembrar os dos Alpes Austríacos, com a água azul vivo.

Concluindo. Entre o tempo que estivemos a pedalar e as pausas que fiz para esperar pelo meu colega, foram cerca de 7 horas. Que grande tratamento levei hoje! Além de um escaldão no pescoço. Se nós que ficámos no primeiro terço da classificação demorámos 7 horas, imaginem os últimos! Obviamente muitos desistiram face à dureza da etapa.

Até ao momento tenho gostado sobretudo das paisagens. Em termos organizativos, o conceito é semelhante ao Cape Epic, mas sendo esta apenas a segunda edição há muita coisa ainda a melhorar. Julgo que o Cape Epic já vai na 14º edição. Mas sinceramente tenho gostado mais das etapas da Pioneer que das etapas da Cape Epic do ano passado. A maior diferença será mesmo o nível competitivo. Aqui haverá umas 3-4 equipas a andar muito bem. No Cape Epic serão umas 50, e muitas delas profissionais.

Bem, agora vou tratar do resto das tarefas "domésticas". Já lavei a roupa, mas falta lavar a bike, assim como arrumar o quarto (tenda). :)

#imparables #goldnutrition #thepioneer

Traduire cette publication :

La publication complète :

Une publication de Vitor Gamito

gamito.vitorBem vindo à página oficial de Vitor Gamito - ex-ciclista profissional e atleta olímpico.
“If you are not having fun, you are not doing it right”

Ces publications précédentes

Message de Vitor Gamito du 08-02-2017Le 08-02-2017 :
4:30 AM isto são horas de acordar uma pessoa? 😳
Ás 7h00 tem início a etapa rainha. Parece engraçada! 😛🚵🇦🇺
#goldnutrition #imparables #thepioneer #queenstage #mtb #btt #kadordepernas
En voir plus

Message de Vitor Gamito du 08-02-2017Le 08-02-2017 :
The Pioneer MTB Race – Dia #4, “A emboscada”

Hoje o Miguel chegou a tempo da partida. Apesar de ter deixado tudo para ser tratado esta manhã, lá conseguiu, com a...
Voir les 2 photos

Message de Vitor Gamito du 07-02-2017Le 07-02-2017 :
A estudar a etapa de hoje 🤓 Sim, aqui são 7 da matina.
Adivinha-se mais um dia de chuva e frio.
#thepioneer #imparables #goldnutrition #stage3
En voir plus

Message de Vitor Gamito du 07-02-2017Le 07-02-2017 :
The Pioneer MTB Race – Dia #3

Lembram-se de na crónica de ontem ter dito que aqui o clima parecia-se com a primavera em Portugal? Esqueçam!
Ontem por volta das 21h00 já...
Voir les 3 photos

Message de Vitor Gamito du 07-02-2017Le 07-02-2017 :
Inclinação: 18% 😳
34x50 em ação 🚵💪🏻
#imparables #thepioneer #goldnutrition #mtb #srameagle
En voir plus

Voir toutes ces publications

Cela pourrait aussi vous intéresser

João BentaJoão Benta
08-02-2017 15:36:08

Message de João Benta du 08-02-2017Boa tarde Amigos...
Recuperar com os melhores 👍
Próxima semana Volta ao Algarve
Abraço a todos
JB
#Fisiomar
En voir plus

Tiago MachadoTiago Machado
08-02-2017 12:56:18

Message de Tiago Machado du 08-02-2017Mas que violência o treino de hoje 🙈😱 lá se foi mais umas peças da #zundapp 😂🚵🔝
En voir plus

César FonteCésar Fonte
08-02-2017 11:34:09

Message de César Fonte du 08-02-2017Em dia duro... paragem para reforço 😂😂
#ScottPortugal #Polar
#LAalumínios #Metalusa #Blackjack
En voir plus

Volta a PortugalVolta a Portugal
08-02-2017 10:49:36

Message de Volta a Portugal du 08-02-2017Já foram revelados todos os pormenores da 35ª Volta ao Alentejo Crédito Agrícola.
Para saber tudo sobre a "Alentejana" é só clicar neste link:
http://bit.ly/VAlentejo2017
En voir plus

Volta a PortugalVolta a Portugal
08-02-2017 10:47:01

Message de Volta a Portugal du 08-02-2017Já sabem da novidade?
Reguengos de Monsaraz e o Alentejo regressam ao mapa da Volta a Portugal no próximo mês de agosto.
http://bit.ly/AlentejonaVolta
En voir plus

Voir toutes les publications Road Cycling / Cyclisme sur route

En poursuivant votre navigation sur ce site, vous acceptez l’utilisation de cookies pour vous proposer des contenus adaptés à vos centres d’intérêts. En savoir plus.